11/28/2009

Sobre amor e inocência

Ela não sabia amar. Nunca soube. Mas é como se diz, todos somos inocentes até que se prove o contrário. Com o amor também é assim. Ninguém sabe amar até que se prove o contrário.

Como a inocência, só o amor é capaz de revelar a si mesmo. De negar-se. De possuir-se. O amor se alimenta de amor, se dissolve no amor, se contamina de amor. O amor é o que ele mesmo come.

O amor (e também a inocência) gosta de bons livros, bons filmes, de melodias bonitas. De páginas com palavras que provocam prazer. De um dia de chuva pra melancolia olhar pela janela. Vai ver que de tão inocente o amor também é melancólico.

Sim. A inocência , quando bela, é triste. O amor, quando grande, é triste. Porque há tristeza em tudo aquilo que é belo. E a saudade reside na beleza. E a tristeza é sempre saudade.

Tristeza é saudade de ser feliz.

Ela não sabia amar. Quase nunca soube. Mas assim como a inocência, ninguém sabe amar até que se prove o contrário.

Agora ela já sabe: boa coisa é ser inocente.


16 comentários:

Helen Vilela disse...

amo tudo que vc escreve....

:)


beijocas e saudades

garotabossanova disse...

E quem disse que a gente nasce sabendo? Acho eu que o processo do amar é mais interessante do que o amor em si...Filosófico não? beijo!

非凡 disse...

I'm appreciate your writing skill.Please keep on working hard.^^

Cedricko Hansel disse...

NOSSA! VOCÊ É TÃO LEGAL!
CALMA, ISSO NÃO FOI UM ELOGIO.
OI, meu nome é Cedricko Hansel e eu estou iniciando o meu blog nesses tempos, e estou vasculhando o blogger inteiro à procura de pessoas influentes.
gostei muito do que você escreve, vou te segui no blog. Se quiser pode me seguir, não precisa ser agora, pode falar comigo primeiro e depois no leito de morte pode me segui...
CREDO, eu não sei iniciar uma conversa.
Se ainda quiser me cconhecer, meu blog é cedhryycko.blogspot.com.
escreva para mim nos comentários me xingando ou me criticando ou me elogiando ou me atazanado ou mecriticando, eu já falei criticando, ou me relaxando ou me t...
EU FALO DEMAIS.
ESPERO OU NÃO?
ATÉ.....MAIS.

Porpettinha disse...

gostei do seu espaço pretendo voltar... bjs

Tai disse...

Acho que ainda não sei amar...

Aaron Thomae disse...

I enjoyed reading your blog, please read mine and let me know what you think!

bestvacationdestinations.blogspot.com/

Keep up the good work!

ViVi disse...

Pela primeira vez li um texto que me tocou nesse mundo dos blogs:D de fato a melhor coisa é ser inocente ou pelo menos tentar manter a inocência viva em nós!!

Katianne (Mola) disse...

Tristeza é saudade de ser feliz.

Incrivel, muito sonoro!

alexandre disse...

Cara...que prosa maravilhosa...e que tem tudo a ver comigo. Parabéns...virei seu fã!!!

Erica Saraiva disse...

Quisera eu continuar inocente.

Hora dessas me visita...

:)

Servant of the Most High disse...

Hi,


Here's a blog that serves for your spiritual needs.

This blog has messages from the Holy Scriptures, taught by the Spirit of GOD.
These messages teach us how to have GOD in all the aspects of our lives, and allow GOD's rule over every matter:

www.holyoneofisrael-reconciliation.blogspot.com

Have a blessed reading.

God bless you.

BOBO disse...

welcome to sacdepvietnam.blogspot.com

ViviGranma disse...

"Tristeza é saudade de ser feliz". Como pode escrever bem assim? Passeio sempre pelo seu blog. E adoro seus textos.

Vivi

Pathy Alves disse...

Muito bom o seu blog.

Eu ainda sou novinha nesse ramo, mas se quiser dar uma olhadinha no meu fique à vontade. Ah! Já virei sua seguidora.

beijinhos

Até breve

Geraldo Brito (Dado) disse...

O amor verdadeiro realmente é inocente. Nada espera. Não julga, não sufoca, não oprime... Muitas pessoas banalizam a palavra amor e não sabem de fato o que é o amor!