4/10/2007

O lado brega da gente

Esses dias me peguei pensando no lado brega da gente. Aquele lado que nos permite cantarolar os clássicos de Roberto Carlos e chorar escutando as canções românticas de Zezé de Camargo & Luciano (ou vai me dizer que nunca na vida você escutou “É o amor” achando que a musica diz tudo o que queria dizer?!) O lado brega da gente é sensível, até porque ser sensível é brega. A “bregalidade” faz bem pra alma, pro coração. Faz um bem danado pra gente.
Você, leitor, há de concordar comigo que chorar num filminho triste é uma delicia; que as novelas do Manoel sempre mechem com as nossas emoções; que a final do BBB é imperdível; que a gente sempre gosta de poesia sobre amor; que a gente sempre tem uma música brega que diz tudo sobre a nossa vida (ou então do que gostaríamos de viver); que chorar em casamento é a coisa mais natural do mundo; que guardar um ursinho de pelúcia é lembrar de alguém muito querido...
Aí quando você entende que ser brega é gostoso, tira aquele CD da Marisa Monte dos fundos do armário e passa o dia todo com “Amor, I love you” na cabeça, principalmente com os “uh’s” do back vocal (tem coisa mais brega que isso?); começa a reler aquele romancesinho água-com-açúcar até rolar a primeira lágrima, aí você percebe que Marisa Monte e romance água-com-açúcar é de mais para um dia só. Passa a vez para os sambinhas de Vander Lee e suas baladas românticas que aquecem o coração.

E sim, é o meu lado mais brega que escreve este texto, até mesmo como um incentivo à breguice (moderada, claro). Porque ser brega é uma delícia.

10 comentários:

Bruno Moraleida disse...

adooooro ser brega...
mas convenhamos, BBB ninguém merece...
Chorar em casamento é a melhor parte! Fala sério! hahaha choro até no de gnt que nao conheço!

Bruno Moraleida disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pipa Cavalcanti disse...

ahhhh, vai me dizer que vc n torceu pro Alemão?! rrsrs
(eu sei q não...)

Ana Carolina disse...

Nossa, nos meus momentos bregas eu leio José de Alencar (suspiros!) e fecho a noite com a lírica romântica de Gonçalves Dias. Vou dormir com o coração amansado, batendo leve, pés nas nuvens.

Pipa Cavalcanti disse...

CArol, vc sem dúvida é uma brega-chique de primeira!

A breguice tbm tem seu grau de erudição,né não?! rsrs

Ana Carolina disse...

Tem de ser brega com classe, né não? Vamu combiná!

Bruno Moraleida disse...

O falcão é brega com classe!

Raíssa disse...

Hmm... Meu lado brega tá sobressaindo ultimamente.
Altos pagodinhos de dor de cotovelo no iPod.
Saudade faz essas coisas com a gente.

Kite, vc é linda!
Hehe!
Bjinho...

helen biso disse...

nossa, eu sou a brega mór!!!!

eu escuto floribela, SPC, roupa nova, sandy e junior, dentre outros...

sou muito brega...

=(

eita...

Ana Carolina disse...

Bruno,
Me perdoe. Mas Falcão não é brega com classe. Lembrei outros bregas: Cauby Peixoto, Fagner, Sidney Magal (esse ganha de todos).

viva a breguice!