4/03/2008

Ai de mim

Todo início chega ao meio
E todo meio tem seu fim
Ai de mim que o que eu mais quero
Por um instante – (des)espero
Gostar de quem
Gosta de mim.

Ai de mim que o tempo não passa
E meu sorriso murchinho,
Já sem graça,
Se esquece de sorrir.
Ai de mim que sou teimosa,
E em verso e em prosa,
Vejo meu coração - em pedacinhos
Se partir.

Ai de mim que não choro
Nem um choro encabulado.
Ai de mim que sou teimosa
E teimo, toda manhosa
Em não te ter ao meu lado.

Ai de mim, Deus do céu!
Que de amor sei muito pouco
E que das dores sei demais
Aí de mim, minha gente,
Que o coração bate rouco,
Bate carente
Tum-tum, tum -tum
não quero mais.

Ai de mim!
Ai de mim!
Que todo princípio
Tem um fim.

Ai
De
Mim.

5 comentários:

Sincero Coração disse...

Oi Pipa linda...
Amei esse texto, vc é maravilhosa escrevendo!! Sou sua fã!!
Que Deus te capacite a cada dia viu?!
Amo vc
bjos com saudades
Pam

helen vilela disse...

amoooooooooooooreco,

melhorou das coliquetes??

espero que esteja melhorzinha.

beijo do tamanho do mundo

helen

Bazinha disse...

que gracinha querida...

me lembrou umt rechinmho de lh
"E quanto levou foi pra eu merecer
Antes de um mês
Eu já não sei"

Ana Carolina disse...

It's alright, it's alright.
Biso is here.

Anônimo disse...

OI Pri,
Muito bonito mais triste. Há alguns dias não ti ligo, pois tive algumas visitas que me ocuparam inclusive à noite.
Beijo
Pai.